Casamento

setembro 28, 2009

Sempre quis receber um devocional sobre casamento e este não poderia ser melhor. Espero que seja benção na vida de todos os casais!

Por Mário Fernandez

Por isso, deixará o homem a seu pai e mãe [e unir-se-á a sua mulher], e, com sua mulher, serão os dois uma só carne. De modo que já não são dois, mas uma só carne.” (Marcos 10:7-8 ARA)

Quando o assunto é casamento que vai mal, geralmente o ponto central são as brigas. Há obviamente os casos de adultério, violência, bebedeira, marido que não quer trabalhar, mulher que não cumpre suas tarefas – mas as brigas são de longe a maior incidência de reclamação.

Por que brigam? Simples e cristalino como água pura. Porque NUNCA entenderam este texto bíblico. Salvo alguma esquizofrenia, uma pessoa “normal” tem um único caráter e um único posicionamento moral. Uma pessoa não briga consigo mesma, salvo algum distúrbio. Uma pessoa equilibrada vive primeiramente em paz consigo mesma e dedicada à sua própria satisfação e realização.

Assim deveria ser o casamento, pois ao me tornar um com minha esposa não tenho mais motivo pra brigar – somos um, estaria brigando comigo. Ao me dedicar à minha satisfação olho para o UM que formamos juntos e não somente para a minha metade. Ao tentar ser feliz, quero fazer feliz ao UM que formamos.

A pergunta que não quer calar é como se tornar um no mundo em que vivemos. Bem, sem Deus é impossível. O favor e a graça de Deus permitem isso, proporcionam unidade. Assumir uma missão de embaixador do Reino de Deus neste mundo, olhar para as coisas do alto, acumular tesouros no céu. Tudo isso ocupa o lugar das brigas. O resto se resume a diálogo, comunicação, troca de expectativas, e muita muita muita vontade de acertar. Trata-se de ceder, abrir mão agora para ganhar depois.

A compreensão do que é viver neste mundo para Deus sufoca o egoísmo e faz do casamento uma aliança duradoura e prazerosa em todos os sentidos. Claro, para viver do meu jeito natural e pelos valores deste mundo, é só trabalhar para ganhar dinheiro para ter dinheiro para gastar para ter de ganhar mais ainda (não coloquei as vírgulas de propósito, isso deixa as pessoas sem ar).

Deus amado, sei que o Senhor tem planos para todo mundo, mas as vezes não consigo entender o meu. Ajuda-me a encontrar minha linha de caminhada neste mundo para que, quer casado quer não, eu viva para Te agradar.”


Últimos detalhes…

setembro 24, 2009

Faz um tempinho que não escrevo sobre minha casa, os preparativos para a festa e tudo mais. Então, vamos lá.

Vou começar de trás para frente, pode ser?

Essa semana eu montei minha lista de presentes, volto a dizer que é uma tarefa um tanto delicada e que deve ser muito bem conversada entre o casal, isso porque nenhum convidado deve se sentir intimidado ou obrigado a fazer algo. E noivas, por favor, jamais se esqueçam que a lista é para ajudar os noivos no início da vida a dois. Não exagerem!!!!

Vestido

Na última segunda-feira tirei folga do serviço e fui com minha mãe escolher o vestido dela. Simplesmente, lindo. Já adianto, é verde para combinar com os olhos dela. Coisa chique, hein?! E o vestido da mãe da noiva dá um bom debate.

Todo mundo diz que a mãe da noiva é a terceira pessoa mais olhada no casamento, atrás apenas da noiva e do noivo. Ok, pode ser verdade. Porém, isso não significa que a mãe da noiva tem que parecer uma árvore de Natal, cheia de brilhos e pedras. Tá, quem gosta pode e deve usar. Mas, não é regra.

O vestido deve ser sim muito elegante, fino e bonito, mas acima de tudo, deve ser a cara da pessoa, tem que cair bem no corpo e o principal, no caso da minha mãe, ela tem que estar se sentindo bem.

Exceção: no caso dos casamentos que são depois das 20h, as mães de noivas devem exagerar levemente no brilho, porque aí já vai estar mais escuro, então, a roupa precisa chamar mais atenção.

Dica: para as mães que preferem vestidos chiques, porém simples, a dica é investir nas bijus. Colocar braceletes, brincos, colares e todo tipo de acessório que combinar com o vestido. E claro, não esqueçam de colocar brilho nesses itens.

Depois da escolha do vestido, aliás, pesquisem. Eu e minha mãe fomos em muitas lojas, vimos muitas coisas e muitos preços.  É ideal pesquisar e inclusive, analisar o custo benefício de locação ou compra. Em muitos casos, a diferença é pequena e compensa investir na compra. Até porque, pode-se usar o vestido em outra ocasião. Por isso, outra dica é comprar algo clássico, que dê para ser reaproveitado.

Bom, eis que depois do vestido, eu fui fazer a prova do meu cabelo e maquiagem. Ahhhhh, eu simplesmente, adorei. Jú, obrigada. Você arrasou. Meu cabelo será simples (não posso detalhar mto, rs), clássico, mas claro, bonito. A maquiagem tem que combinar com o tom da minha pele, por isso será algo bem leve.

É importante fazer o teste antes, porque se algo der errado, dá tempo de você mudar, escolher outro visual e tudo mais. Além disso, no meu caso — que tenho pavor de alguém colocar as mãos nos meus olhos, isso inclui até minha oftalmologista, esse medo fez com que a Jú “tremesse” o delineador. Ok, foi culpa minha! Resumindo, eu tenho menos de três meses para perder esse pânico, mesmo que seja temporário.

Padrinhos

E para completar a lista de padrinhos, fechamos nosso time e olha pessoal, é um super time. Amigos, primos, cunhados, irmãos, todos reunidos, pessoas queridas, importantíssimas e que fazem parte da minha história e do Noivo. 

Bom, então, para completar o time, chamamos nossos amigos de infância, Jú, Igor e Danilo. E claro, só podemos agradecê-los pelo sim e por tudo que representam em nossas vidas.

danilo_rafa

tati teste 005

Presentes

E para fechar o post com chave de ouro, nossa casa está quase completa. Aliás, parece até que já tem gente morando na nossa casa, kkkkkkkkk. Cheguei lá essa semana e tudo “bagunçado”, é computador, lustre, cerveja, caneca, sacola, portas abertas, e eu ainda não casei, rsrsrs. Mas, tudo bem, o amor supera tudo!!!!!!!! Eita Noivinho arteiro 🙂

Mas, como eu estava contando, a gente ganhou muitas coisas nesses últimos tempos e só temos que agradecer, telefone, DVDs, aquecedor, aparelho de som, cama, edredon, geladeira, fogão, exaustor, aspirador de pó e microondas. Estamos chiques, hein? Pai, mãe, Nadir, Sr. Zé, Vó Mélia, Gabi, Dute, Dani, Caê, Li, Pablo, Jú, Igor, Line, Rica, tia Meire e tio Reinaldo, obrigada! Gostamos de tudo, de coração.

Agora, esperamos vocês irem em casa para usarem com a gente tudo isso. Resumindo: nessa, minha prima e meu primo se deram mal, porque vão ter que ajudar na faxina!!!!!!!!!!!

E ah, vou contar uma outra história, rapidinho. Eu e o Noivo tivemos tanta sorte, que um amigo do Noivo e do Caê, o Mica, estava se desfazendo dos eletrodomésticos, sofá e tudo mais, porque ía voltar para Alemanha. E tudo estava sendo vendido por um preço excelente. Nessa, a gente comprou um fogão novo para minha mãe, uma máquina de lavar e secar roupas para nós e ainda, dois chuveiros para a casa nova. Bom demais, é graça de Deus.


Brigadeiro da Brú

setembro 23, 2009

Nossa receita de hoje também é resultado do nosso encontro de noivas, lembram? Pois é, naquele dia nós detonamos o brigadeiro da Brú.

É um prato rápido, fácil e ma-ra-vi-lho-so. Difícil encontrar alguém que não goste de brigadeiro. Então, para encrementar nossa semana, segue a receita:


Ingredientes:

1 lata de leite condensado

2 colheres(sopa) de margarina

2 colheres(sopa) de achocolatado/chocolate em pó

Modo de preparo:

brigadeiro1Em uma panela, coloque as duas colheres de margarina, leve ao fogo e deixe derreter. Depois, desligue o fogo, acrescente o leite condensado e o chocolate. Mexa até dissolver o chocolate. Em seguida, ligue o fogo novamente e vá mexendo até desgrudar do fundo da panela. Depois, é só retirar da panela, colocar em um pirex e deixar esfriar. Então, unte as mãos com margarina e com uma colher (sobremesa) pegue um punhado e comece a enrolar. Para finalizar, passe no granulado e sirva. Muito bom!!


Educar filhos

setembro 23, 2009

Caros (as) leitores (as),

sei que estou em falta com vocês, mas ando sem tempo para atualizar o blog, prometo que ainda hoje, para ser mais clara a noite, vou atualizá-lo.

Mesmo assim, hoje recebi um devocional muito bonito e quero compartilhar.

Educar Filhos

Por Mário Fernandez

Corrija os seus filhos, e eles serão para você motivo de orgulho e não de vergonha.” (Provérbios 29:17 NTLH)

Estive há pouco tempo com um casal que enfrenta problemas com os filhos. Entre uma reclamação e outra, acabamos tocando no assunto da correção e ficou bem claro que nunca fizeram nada além de dizer aos filhos o que consideravam certo ou errado. Em resumo, nunca os corrigiram.

Ensinar é válido e necessário pois do contrário os filhos nunca saberão o que os pais esperam e acreditam, mas correção é bíblica e necessária. Há os que defendem e os que são contrários ao castigo físico, com palmadas ou varinhas. Não quero entrar no mérito, mas defendo a posição bíblica de que algo desagradável deve ser infringido para ser correção, pois apenas mandar para o quarto não é bem o conceito (ainda mais se lá tiver TV a cabo e/ou computador).

Se a cada vez que um filho desacatasse seu pai ele fosse realmente corrigido, pelo meio que fosse, hoje não teríamos os escândalos de desacato que vemos nos noticiários. Se os filhos desta geração que aí está conhecessem limites, dados pela correção, haveria mais respeito e menos violência. Se em cada filho houvesse mais temor do Senhor, o mundo seria outro.

O Senhor já nos avisou de que os últimos dias seriam tempos difíceis, com pessoas de temperamento e caráter distorcidos do plano de Deus. Mas nem por isso temos o direito de desistir, até porque a correção é sim um ato de amor para com os nossos filhos. Quando a Bíblia fala em eles serem motivo de orgulho, refere-se a uma escala de valores onde o que foi alcançado era o que se desejava.

A grande verdade é que a maioria dos filhos hoje não é criada pelos pais, que se resumem a dar-lhes casa e comida, pagar as despesas e de vez em quando exibi-los como trofeuzinhos bonitos aos amigos. Depois vem a adolescência e os desajustes, que já estavam lá, se intensificam a ponto de enlouquecer os pais. Tarde demais. Entre o povo de Deus não deve ser assim – Jesus é a diferença.

Senhor, quero contribuir para que as pessoas te conheçam, isso seja corrigindo meus filhos ou ajudando os que têm filhos mas não sabem como agir com eles. Ajuda-me a usar Tua Palavra como base para minha vida.”


Nossa história: Simone e Emerson

setembro 11, 2009

Por Simone Delgado

Era uma vez…uma princesa e um príncipe que se conheceram através de um amigo em comum, chamado Léo, mais precisamente no dia 18 de agosto de 1990, em um barzinho chamado Orangotango, na linda cidade de Vinhedo!

Nessa noite o príncipe sentou-se ao lado da princesa, se serviram de coca-cola e batata-frita (petisco preferido do príncipe) e ficaram conversando a noite toda sobre diversos assuntos. Assim, o príncipe e a princesa se apaixonaram, mas (como toda boa e bela história de amor), a princesa não acreditou que aquele lindo príncipe, do jeito que ela sempre sonhou estava mesmo apaixonado por ela. Sendo assim, naquele tempo, se tornaram apenas bons amigos!

Foram 5 anos de amizade, onde a princesa sempre ligava para o príncipe para lhe desejar feliz aniversário! Já o príncipe, sempre passava no colégio ou no trabalho da princesa para lhe oferecer uma carona, convidar para dar uma volta e bater papo. A princesa sempre se lembrava dele e muitos fatos inusitados tornavam realidade novos encontros e novas surpresas.

Como a princesa sempre lembrava do aniversário do príncipe (25/4), no ano de 1995, mais uma vez a princesa ligou para lhe desejar feliz aniversário! Como todos os anos, ele não estava em casa e sempre tinha que deixar recado com a mãe do príncipe!

Após 3 meses do aniversário, em uma bela noite de férias da princesa, o telefone toca na casa dela e por surpresa geral: era o príncipe! Acreditam, o príncipe ligou para agradecer os votos de feliz aniversário três meses depois! Rsrsrsr. E, para alegria da princesa, eles marcaram um encontro para colocar o papo em dia até o final das férias.

Na última semana de férias a princesa cansada de aguardar o príncipe ligar, tomou coragem e ligou para o príncipe, afim de marcarem o encontro! Isso aconteceu em 26 de julho de 1995 e como uma bom príncipe, ele estava assisitindo futebol…

Bem, marcamos o grande encontro para 28 de julho de 1995! Finalmente, o grande dia! Era o último dia de estágio da princesa na empresa Carborundum (atual Saint Gobain). É, a princesa estava mudando de trabalho!!! Nesse dia, a princesa que trabalhava com a amiga de infância Alêzinha, comentou que a vida dela iria mudar a partir daquele dia! Rsrsrs.

A noite, a princesa ficou aguardando o príncipe buscá-la em casa, após as aulas de reposição que ele iria dar – o príncipe era professor naquela época. Quando foi lá pelas 22h30, o príncipe chegou! E olha que nesse dia nem tia Nereide reclamou que a princesa iria sair naquele horário, com uma pessoa que ela só conhecia de ouvir!!!! Perfect!

Lá fomos nós para outro barzinho, agora mais calminho. Naquela semana, a princesa foi pesquisar na cidade qual barzinho seria mais propício para se encontrarem. O escolhido chamava Piu Bella. Fomos para lá e advinha o que o príncipe pediu para petiscar? É, foi batata-frita! Mas, a bebida (como a princesa já tinha na época 22 anos) foi Kaiser Bock……. ôôô Kaiser Bock!!!!

Ficamos até às três da manhã batendo papo! E daquele dia em diante, não nos desgrudamos mais. A música que o príncipe escolheu para a princesa, declarando seu amor foi Pretty Woman e a princesa, dessa vez, acreditou que podia ser feliz. Foram quatro anos de namoro, quando em 1999 nos casamos! A cerimônia foi maravilhosa. Tudo perfeito!

Estamos juntos há 14 anos, sendo 10 de casados, que por sinal, serão comemorados esse mês. Na verdade, já começamos a comemoração viajando no último final de semana para Serras Gaúchas!

E essa é a nossa linda e eterna história de amor! Passamos por muitos desafios juntos, que fizeram nosso amor crescer ainda mais. O que podemos dizer aos jovens queridos amigos noivos: valeu a pena cada momento que passamos juntos e com certeza aqueles que estão por vir! E nunca se esqueçam da promessa que farão diante do altar: na alegria e na tristeza, na saúde e na doença…TODOS OS DIAS DE NOSSAS VIDAS!

Que Deus ilumine suas vidas!

Bjs,

Mone e Emerson

Por Simone Delgado


Você acredita em superstição?

setembro 9, 2009

Eu não acredito. Porém, há inúmeras pessoas que levam isso a sério. Sendo assim, confiram o grande número de casamento no dia de hoje: 09/09/2009.

Acessem:

http://noticias.uol.com.br/album/090909casamentos_album.jhtm?abrefoto=3#fotoNav

Só para registrar, eu comecei a namorar no dia 07/07/2001. Aí, pensei: “Vou me casar em 07/07/2007”. Não foi daquela vez, rs. Eu ainda estava na faculdade e mais que isso, eu e o Noivo não queremos romper a tradição da família. Então, cá estou eu, finalmente, rumo ao altar!!!!!!!


Torta holandesa de quem?

setembro 9, 2009

Essa receita vai ser difícil achar uma “dona”, rs. No encontro de noivas quem levou esse prato mais que delicioso foi minha amiga e madrinha, Aline. Porém, é preciso relatar como essa receita chegou nas mãos dela.

Tudo começou no último aniversário do Noivo. Minha sogra havia feito torta holandesa, ou seja, torta holandesa da Nadir, e minha mãe, a maior formiguinha da face da terra, lembrou que há anos havia pedido essa receita para minha sogra. Porém, até então, dona Regina nunca havia preparado. Assim, depois do aniversário em que ela, literalmente, se “empanturrou”, rs, ela decidiu fazer.

Dias depois, a Aline foi em casa nos visitar e quem estava lá, a torta holandesa da Regina. Ela comeu, gostou e pediu a receita. E desse dia em diante, ela só faz torta holandesa na casa dela, ou seja, torta holandesa da Aline.

Isso prova que, realmente, é um prato muito bom.

Aproveitem e claro, experimentem!


Ingredientes:

02 latas de creme de leite s/ soro
250 gramas de margarina s/ sal
03 gemas
200 gramas de açúcar refinado
02 pacotes +/- de bolacha de maisena

Bata na batedeira as gemas, o açúcar e a margarina. Depois, adicione o creme de leite s/ soro e mexa delicadamente.

torta_holandesa

Cobertura:

01 xícara de chá de leite
08 colheres de sopa de chocolate em pó
02 colheres de sopa de açúcar
01 colher de café de margarina

Leve ao fogo até levantar fervura e deixe engrossar um pouco. tortaalema

Forre o fundo de uma forma de fundo falso (pessoal, algumas noivas já me disseram que não possuem essa forma, sem problemas, podem colocar no refratário, minha mãe fez isso, mas eu havia esquecido de publicar) e intercale bolacha umidecida no soro do creme de leite e creme. Leve a geladeira por +/- 4 horas e depois de endurecida, cubra com a calda e leve a geladeira até na hora de servir.

Bom apetite!!!!