Mi Buenos Aires querida!!

Por Tatiana Vasques

Oi, gente!

Com o fim da Copa, me sinto mais à vontade para falar de Buenos Aires, na Argentina. Assim ninguém dirá que estou defendendo os hermanos. (rs)

Da mesma forma que disse de Salvador em coluna anterior, também sou suspeita para falar de Buenos Aires. Eu passei apenas 4 dias na capital portenha, mas já foi o suficiente para me apaixonar. A capital é limpa, o povo educado e sem qualquer preconceito em relação a nós, brasileiros, afinal, somos os principais turistas do país.

Mas o que Buenos Aires têm de melhor?

Como eu disse, fiquei pouco tempo e por essa razão, fiz o que todo turista deve fazer: visitei os principais pontos da cidade:

1º) Avenida 9 de Julio: uma das mais largas do mundo, com 140 metros. Recebeu este nome para homenagear a data da Independência Argentina (9 de julho de 1816). Nela estão alguns pontos turísticos importantes como o Obelisco e o belíssimo Teatro Colón.


2º) Calle Florida: uma rua simples, cheia de lojas, um pouco melhor que a nossa “Rua: 25 de março” e que conta com dançarinos se apresentando em troca de pesos argentinos.

3º) Cemitério da Recoleta: ok, vocês podem dizer: visitar um cemitério? Mas não é um qualquer. É onde Evita Perón está enterrada. Ela, que era atriz, se tornou a primeira-dama argentina ao se casar com o general Juan Domingo Perón. Com seu carisma, ela conquistou para o peronismo o apoio da população pobre e até hoje é lembrada como uma grande defensora da Argentina. Além disso, é um cemitério também com obras arquitetônicas belíssimas. Paralelamente, no bairro da Recoleta estão o Museu Nacional de Belas Artes, a Biblioteca Nacional, a Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires, a Basílica Nossa Senhora de Pilar, entre outras atrações.

4º) Cafés com alfajores Havana ou medialunas (croissants): aqui você se sente um verdadeiro nativo. Basta entrar, tomar um café e ler por quanto tempo desejar que ninguém irá incomodá-lo ou fazer cara feia porque não está consumindo e tem que desocupar o local.


5º) Tango: ir para Buenos Aires e não assistir a um show de tango é como ir ao Rio de Janeiro e não visitar o Cristo Redentor. Os argentinos bailam e vivem o tango como ninguém. É um espetáculo encantador até para quem não conhece nada sobre essa sedutora dança. Os shows apresentados são incríveis e quase sempre acompanhados de um bom jantar.


6º) Comida e Bebida: as parrillas (ou churrascos), os chorizos e o vinho são específicos da Argentina. A carne é tenra e os vinhos, geralmente da região de Mendoza, são deliciosos. Tem que experimentar. Ah, e não são caros, especialmente se comprados em mercados.

7º) Casa Rosada e Plaza de Mayo: é aqui que está instalada a presidência da república. É nessa praça também que houve o panelaço de alguns anos atrás e, principalmente, o local onde mães se reuniram contra o presidente em um dia de maio, lutando pela libertação de seus filhos. Desde a década de 70, as Mães da Praça de Maio se reúnem com fotos de seus filhos desaparecidos pelos militares durante a ditadura argentina. Neste quarteirão ainda é possível visitar a Catedral Metropolitana e o Banco de laNación Argentina.

8º) San Telmo: um bairro acolhedor, meio hippie-chique, onde todos os domingos acontece uma feirinha de antiguidades. Neste dia, os inúmeros antiquários também abrem para compras ou apenas visitação. É interessante conhecer.

9º) Caminito: é uma rua, que fica no bairro de La Boca, perto do porto. Esse é um bairro bem pobre, que resolveu mudar um pouco sua história ao pintar suas casas com cores diferenciadas e vribantes, chamando a atenção dos navios que ali atracavam. Hoje essa rua é um clássico com diferentes lojinhas de souvenirs, dançarinos de tango, turistas por todo o lado. E as casas, estas são subsidiadas pelo Estado devido a seu valor cultural.


10º) Estádio do Boca Juniors: os amantes do futebol NÃO podem deixar de visitar o La Bombonera. Estar ao redor do estádio já é vibrante: tudo é cor azul e amarelo e falar no nome do rival (o River Plate) nem pensar. Eles não dizem o nome. Os boquenses se referem ao River como o “adversário”, o “rival” etc. Eu não consegui ver um jogo, mas fiz a visita guiada que é espetacular. Você sente a emoção da torcida, conhece vestiários, entra no campo, vê a sala de troféus, tudo muito bem estruturado. O Corinthians fez algo semelhante aqui no seu museu, mas o do Boca ainda é melhor (e olha que sou corintiana -rs). Não deixem de visitar.

Eu poderia continuar aqui falando de muitos outros pontos de Buenos Aires como Puerto Madero. Poderia ainda dizer que Maradona é o deus local ou ainda dizer que os paseadores de perro (cachorros) encantam, mas só posso dizer que melhor do que falar, é estar lá. Portanto, façam as malas e visitem nuestros vecinos. Buen viaje!!

Agradecimento: Aninha, querida, obrigada pelas fotos! Beijos, Tatib.

Buen viaje!!

4 respostas para Mi Buenos Aires querida!!

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Acontece Eventos, Tatiana Barro. Tatiana Barro said: Mi Buenos Aires querida: acessem Amor na Estrada de hoje e aproveitem as férias, a lua-de-mel, viajem! http://wp.me/pgTSV-qe […]

  2. Aninha disse:

    Nem precisa agradecer, querida Tati B!

    Estou adorando as dicas de viagem da Tati…parabéns
    para as duas….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: