Vestido de Noiva, como escolher?

abril 8, 2010

Ok, você vai casar. Definiu o local, a igreja e agora, na minha opinião, a parte principal e sequencial é, sem dúvida, o vestido. Ele é tudo na hora do casamento e claro, ele está ligado ao estilo da noiva.

Nem todas as mulheres sonham em estar vestidas de cinderelas, mas uma festa não vale nada se a noiva não estiver belíssima e por isso, a equipe do TatiB-log preparou uma matéria completa sobre a escolha do vestido de noiva e tudo isso para ajudar as noivinhas na hora da escolha, principalmente, minha amiga e futura cunhada, Flá (que está rumo ao altar).

Então, vamos là!!!!!!!!!

Primeiro passo: comprar ou alugar?

Isso varia muito de noiva para noiva. Durante o encontro de noivos conheci pessoas que compraram o vestido. Aliás, acho super legal, mas, sinceramente, quem vai usá-lo depois? Se você tiver irmã saiba: ela não vai querer estar como você, se tiver amiga: idem – cada noiva quer viver o seu momento e não ficar sendo comparada as outras! Se você estiver sonhando em deixá-lo para sua filha (se vier menina, porque você corre riscos eminentes de ser um homenzinho) e mesmo que isso não aconteça, você não tem garantia de que sua filha irá querer usá-lo. Resumindo: a dica é alugar.

Se você pensou em algo feito especialmente para você a dica é a primeira locação. Em geral, são mais caras, porém vale a pena se você não gostou de mais nada que as lojas te oferecem! Mas lembrem-se: pesquisem muito, principalmente, quem está em busca de economia total! Por outro lado, fiquem atentas: eu mesma amei meu vestido na primeira loja que fui. Quando fui tirar a prova dos “30” (para verificar o preço e tudo mais), constatei na segunda loja uma variação de 300 reais a menos. Ok, eu poderia ter ficado muito contente, porém a qualidade do tecido mudou e essa variação era baixa se comparada com a excelente qualidade do primeiro.

Como escolher meu vestido?

Antes de mais nada, defina seu estilo (essa é a regra básica número um, afinal, quem vai querer ousar justo no grande dia?). Mas, se você pretende quebrar as regras, procure o melhor modelo que se encaixa ao seu corpo – noivas, por favor, valorizem o corpo e enalteçam sua beleza!

Estilo, qual é o meu?

O seu estilo de vestido deve ser o seu estilo da festa e claro que isso influenciará no modelito a vestir. Assim, as noivinhas devem verificar as seguintes coisas:

– tipo físico: magrinha, gordinha, alta, baixa etc;

– horário da cerimônia: dia, tarde ou noite;

– estilo da cerimônia: formal, simple, requintado, para 200 pessoas, para 500 ou mais etc;

– estação do ano: se você for casar em julho e a noite: nada de vestidos de alcinha – onde todos os convidados estão cheios de roupa e só a noiva parecendo que está na praia. O mesmo vale para o verão: nada de mangas e luvas (no máximo, depois das 20h). Olhem essa foto: vestido lindo, para casamentos no inverno e a noite! Chique demais!


Tendências

A moda agora é estilo sereia para quem quer entornear o corpo e silhueta evasée com laço na cintura para quem quer realçar o corpo com mais suavidade.

Véu curto, longo, mantilha ou grinalda?

– Olha que interessante (eu nem imaginava), mas véu quer dizer, em árabe, hijab – o que separa duas coisas, ou seja, a vida de solteira da vida de casada. Os véus são super diferenciados, podem ser curtos, longos, com bordados, brilhos etc. Quando o vestido tem cauda longa, pede-se um véu mais curto – senão é muita coisa para a noiva carregar. Vestidos com caudas pequenas pedem véus longos – sempre no sentido de dar leveza ao visual. Para cerimônias durante o dia o mais recomendando são os véus curtos. Já os longos são indicados para cerimônias após às 18h. Vale lembrar que quanto mais bordado o vestido tiver, mais discreto deve ser o véu e vice-versa.


– A mantilha tem a mesma função do véu, porém ela contorna melhor o rosto da noiva. E, normalmente, tem bordados em seu entorno. Lembrando que a renda do vestido deve combinar com a renda da mantilha. E ela é sempre mais curta, ficando entre o véu curto e o véu longo.

Mantilha

– A grinalda deixa a noiva parecendo uma princesa, uma rainha. Porém, é de uso exclusivo dos casamentos noturnos e mais: pomposos!!!!!! Mas, se você que vai casar de dia quiser muito uma grinalda, a regra da etiqueta pede que use-a como tiara, ok? Última coisa: nada de grinaldas altas (não há nada pior que a grinalda ser maior que o noivo, rsrs).

Grinalda

Noiva romântica

Vestidos rodados com a famosa saia balão são os prediletos das adeptas do romantismo. Antigamente, usava-se as mangas bufantes ao estilo cinderela. Mas agora está fora de moda e a opção para as noivas que ainda querem usar os vestidos rodados é modernizar a parte de cima. Eu mesma fiz assim. Tomará que caia ou frente única são as sugestões. Colocar brilhos ou decorar com fitas (como no vestido de Lavínia Vlasak), que por sinal, inspirou o meu vestido dão um ar mais moderninho!

Noiva romântica moderna

Como já descrevi acima elas são as do modelo evasée e laços na cintura. Elas querem manter o romantismo, mas fugir da clássica e antiga saia de balão. Costumam usar brilhos, flores e rendas.


Noiva clássica

Preferem os vestidos retos, mas com o colo à mostra. Quem tem bastante seio, os decotes em “V” enaltecem. As mais magras podem optar por corpetes. Já o corpete com silhueta em “V” alonga o tronco e afina a cintura. Cuidado para não parecerem magras demaisssss! Os tecidos são variados: cetim, seda, rendas, bordados e as aplicações estão em alta (aliás, quando não estão?).

Noiva moderna

São as que possuem mais opção. Por serem modernas misturam todos os estilos e ousam na hora da escolha. Criam, mexem daqui, dali e no final, aparecem de maneira surpreendente deixando os convidados extasiados. Misturam renda com drapeados, colocam pedras, muito babados e plumas – que estão super na moda. O modelo mais famoso é com a silhueta sereia: firme na cintura e bem aberta para baixo do joelho.

Por último, as noivas devem definir o cabelo, a maquiagem, o buquê, mas só quando decidirem sobre o vestido: a peça principal da noiva!!!!!!!!! Mais dicas sobre os vestidos, maquiagem, cabelo e afins estão sendo preparadas pela nossa consultora de moda, Tainá Hernandes! Não percam: na próxima terça na editoria Curtas Fashion!


Anúncios